por em Geral.

  • Mais de 110.000.000€ de negócios no primeiro trimestre de 2011
  • 500 mil anúncios recentes online
  • 80 milhões de impressões mensais

 

No primeiro trimestre de 2011, o site de classificados grátis custojusto.pt gerou mais de 110 milhões de euros em trocas comerciais, o que vem confirmar a tendência crescente dos portugueses em comprar e vender online e em eleger o Custo Justo como o meio preferencial para o fazer.

Com cerca de 500 mil anúncios activos e 80 milhões de impressões mensais, o CustoJusto.pt é actualmente o melhor site para comprar e vender todo o tipo de artigos: carros, casas, vestuário, artigos informáticos e de electrónica, entre muitas outras coisas que é possível encontrar no site organizado por categorias e por regiões.

Para este impressionante valor contribuiu em primeiro lugar o sector imobiliário que originou, nos três primeiros meses do ano, trocas comerciais no valor de 84 368 487€ (média 140 741€), logo seguido pela venda de veículos com cerca de 21 271 542€ (média 8 618€).

Os artigos para casa e vestuário ocupam o terceiro lugar deste top 5 com 898 395€ (média 105€).

Os artigos de Informática & Electrónica encontram-se em 4º lugar 763.107€  (média 122€) e a categoria Desporto e Lazer ocupa o 5º lugar com 595 614€ (média 162€)

De destacar também o recurso crescente ao CustoJusto.pt como forma de publicitar gratuitamente anúncios de emprego. Actualmente estão disponíveis cerca de 18 mil anúncios de oferta e procura de emprego, de norte a sul do país.

Segundo Pedro Furtado, General Manager do Portal, o principal objectivo para o ano de 2011 “é o posicionamento do CustoJusto.pt como o maior site de classificados generalistas em Portugal, proporcionando aos utilizadores uma plataforma segura, fiável e eficaz para a compra e venda de artigos usados”, explicou.

Integrado num grupo de media escandinavo que está presente em 22 países, distribuídos pela Europa, Ásia e América do Sul, o CustoJusto.pt conta actualmente com mais de 500 mil anúncios de compra e venda de todo o tipo de bens e serviços, submetidos gratuitamente pelos utilizadores, sendo visitado mensalmente por mais de 4 milhões de pessoas, gerando pageviews na ordem dos 80 milhões.

 

Comentar

  • (Não será divulgado)