por em Geral.

Passo a passo indicamos-lhe o que se deve verificar quando se compra carros usados baratos:

1. No Interior do habitáculo

Sente-se dentro do carro e ligue a ignição, sinta o motor a trabalhar. Veja se há alguma luz acesa no painel e aproveite para verificar o travão de mão. Com o carro ligado e parado, carregue no travão e mantenha o pé no pedal por algum tempo. Se ele baixar aos poucos, denuncia uma fuga de óleo nos travões. Teste os cintos de segurança, verifique os limpa pára-brisas, piscas, luzes do habitáculo, aquecimento, chauffage e todos os acessórios. Olhe em volta, e veja se os bancos estão deformados ou soltos, e se os estofos estão rasgados ou sujos.

2. Inspeccione o motor

Com o motor ligado verifique se há algum barulho estranho. Veja também o nível de óleo, a sua cor e viscosidade, assim como o depósito do líquido de refrigeração do motor, e se este se encontra sujo ou de deteriorado. Confira o aspecto e a validade da bateria (por norma a sua vida útil é de três a quatro anos). Por fim, confirme se o número gravado no chassis é idêntico ao do livrete do veículo.

3. Do Lado exterior

Observe o veículo à luz do dia para verificar pormenores importantes do exterior. O carro deve estar lavado e seco, já que torna mais fácil detectar as imperfeições, mossas, riscos, diferenças de cor na pintura, assim como nas arestas do capô. Bata levemente na carroçaria, se notar diferenças nos sons emitidos, poderá ser sinónimo de que um dano do carro foi corrigido com massa. Se a pintura mostrar bolhas pode significar existência de ferrugem, esta faz-se notar sobretudo junto às borrachas, debaixo das portas e nas quinas inferiores da carroçaria. Verifique também o estado das borrachas, juntas e portas. Por fim, dê atenção ao estado dos pneus e jantes, já que muitas vezes denunciam problemas de suspensão, alinhamento e calibragem das rodas.

 Adicionalmente certifique-se de que os equipamentos de segurança obrigatórios estão em boas condições e de acordo com as normas, estamos a falar do pneu sobresselente, macaco, triângulo, ‘kit’ de ferramentas, colete reflector. Confirme também a existência de um conjunto completo de chaves de viaturas bem como o comando de alarme, se este existir.

4. Teste o carro em movimento

Efectue o test drive do carro, tente circular na cidade e se possível experimente também andar num pavimento diferente. Ande em frente e em marcha atrás enquanto vira o volante em ambos os sentidos. Se ao travar normalmente, ouvir ruídos metálicos, significa que os calços dos travões estão gastos. Esteja atento para quaisquer trepidações no volante. Largue a direcção em linha recta, e confirme se o carro “foge” para um dos lados. Se tal acontecer, é um claro indício de problemas nos travões, suspensão, direcção ou chassis empenados devido a acidente.

Por fim se o carro não o convenceu, pode sempre procurar por outros carros baratos no CustoJusto.pt

por em Geral.

Bloco de Notas do José Mourinho à venda no Custo Justo

Uma verdadeira relíquia só para grandes fãs do Futebol, o bloco de notas de José Mourinho, com todas as anotações feitas pela mão do próprio, no último jogo enquanto treinador do Futebol Clube do Porto num ano de glória para o os Dragões, está à venda no CustoJusto.pt.

Leia aqui a entrevista ao anunciante do CustoJusto.pt, feita por um jornalista do maisfutebol.pt

 

Bloco de Notas José Mourinho À venda No CustoJusto.pt

 

Faça um bom negócio como o nosso anunciante Ricardo Fonseca!

por em Geral.



Existem muitos conselhos para o proceso de venda de apartamentos ou de moradias. Muitos proprietários,desconhecedores do que se vai desencadear no processo, acabam por confundir-se.

Apesar de que possam ser diferentes  dependendo do caso, alguns passos são comuns.

O primeiro a fazer, é executar um plano sobre os passos a seguir para colocar a sua casa à venda.

1º Passo

Antes de nada, a sua casa deverá estar em bom estado para aceitar um novo dono.

Se o seu objectivo é vender a sua casa para comprar uma nova, tem de estar preparado para comprar a nova antes de vender a  velha, pelo que deverá efectuar as pequenas reparações necessárias para melhorar o aspecto da casa.

Quando sentir que você e a sua casa estão preparados, chegou o momento de procurar um agente imobiliário.

2º Passo

Visite as agencias imobiliarias do seu bairro, ou aquela que tiver maior prestigio. Apresente-lhes a sua casa e pergunte-lhes quais as vantagens da sua casa face às outras, como a enalteceriam  e que tipo de comissões pedem. 

O seu agente imobiliário vai acompanhá-lo ao longo de todo o processo, assim que, assegure-se de que se entende bem como ele e que não há falhas de comunicação.

Findo o processo de arranjar  o seu agente imobiliário, negoceie as comissões e o contracto do serviço. Há inumeras possibilidades, mas lembre-se sempre, que o dinheiro para pagar a comissão virá sempre do ingresso da venda do imóvel, por este motivo deverá assegurar-se de que definiu bem o preço da venda do imóvel.

3º Passo

Um preço muito alto ou um preço muito baixo, não ajudará a vender a casa, ao contrário, poderá até dar uma má imagem aos potenciais interessados.

Primeiro, faça uma análise de custos para obter um valor aproximado do seu imóvel. Não se esqueça de contabilizar o dinheiro que poderá gastar durante todo o processo de venda e a preparar a sua casa.

Se apresentar um bom preço, os compradores vão querer ver a sua casa.  Deverá preparar-se para esta ocasião, assim como, preparar a sua casa, arrumá-la e limpá-la de modo a que quem entre, sinta vontade de ali viver.  Se contratou um agente imobiliário, abandone a casa no momento da visita.

Por outro lado, se é o próprio que vai vender a  casa, não se esqueça de colocar o seu anúncio grátis em www.CustoJusto.pt. Quando tiver uma visita agendada, reveja os pontos que vai mostrar ao interessado e prepare bem o que vai dizer.

4º Passo

Por fim, se a visita da casa tiver êxito, o comprador apresentará uma oferta. 

Garanta ter esclarecido sobre o que está incluído na venda da casa, móveis ou electrodomésticos, daquilo que não está à venda.

Se a oferta não lhe agradar, poderá sempre recusá-la ou ver se o comprador está disposto a negociar. Negociar faz parte do processo de compra e venda, pelo que deverá preparar bem os seus argumentos.

Uma vez alcançado o acordo, termina o processo de venda.  Os restantes trâmites são normalmente da responsabilidade da entidade financiadora/ imobiliária, até à data da escritura do imóvel.

Entretanto, navegue pelo site do CustoJusto  e apaixone-se pela sua nova casa!

Faça um bom negócio!

 

por em Geral.

Estar online é actualmente um estado constante, desde o PC ao telemóvel estamos sempre em contacto com a nossa família e amigos esteja onde estiver. Por este motivo a Web é um excelente meio para vender a sua casa, já que se encontra muita informação de preços de compra e venda de imóveis. Sites como o CustoJusto são ideais para vender rapidamente a sua casa de um modo gratuito, eficaz e simples

Actualmente, 70% dos compradores começam à procura de casas e apartamentos através da Internet. Utilizar a Internet para publicar os seus anuncios pode ser muito vantajoso, já que os potenciais interessados o contactam no momento.

Primeiro, deve saber como inserir um anúncio online de modo eficaz.

Seleccione as melhores fotografias que tiver da sua casa, a maioria dos compradores respondem aos anúncios que mostram imagens do imóvel. Estas fotografias serão a  primeira impressão que os interessados vão ter da sua casa, pelo que, convém que a qualidade das fotografias seja boa. Antes de tirar as fotografias, verifique que a casa está limpa e arrumada, por dentro ou fora, faça dela uma casa onde apetece viver.

O seu anúncio deverá ser conciso, simples e directo ao assunto.

Os potenciais compradores visualizam os anúncios muito rapidamente, pelo que deverá dar ao seu anúncio um título atractivo que chame a atenção como por exemplo, “ Adequado ao seu orçamento”, “ Lindo com muito cachet”, “Prestação baixa”, “Excelentes àreas”, “Vista deslumbrante”, etc.

Não se esqueça de incluir no texto a informação à cerca da localização e todos os detalhes que tornam a sua casa especial e atraente, quando comparada com as outras, bem como a restante informação que interessa ao comprador.

Se já seguiu todas estas indicações, está preparado para colocar a sua casa à venda no Custo Justo. Vai ver que é muito fácil! Não acredita?

Depois de inserir o seu anúncio no CustoJusto, não se esqueça de imprimir o flyer do seu anúncio, onde aparece a descrição do seu imóvel, o preço, o contacto e o site do CustoJusto. Coloque-o em boas zonas de passagem no seu bairro, como paragens de autocarro, supermercados, restaurantes take-aways, etc. 

Lembre-se que também há compradores fora da web!

Faça um bom negócio!