Vale a pena financiar carros usados?

A aquisição de um carro usado é uma solução financeiramente mais acessível para quem procura o automóvel dos seus sonhos. Há, porém, quem tenha necessidade de recorrer ao financiamento para não comprometer as suas finanças. E essa pode ser uma opção válida, desde que avalie com cuidado a sua situação financeira e encontre um empréstimo ajustado às suas necessidades e capacidade de pagamento.  

Mas antes de começar a procurar e a comparar as opções de financiamento, deve definir um orçamento. Calcule quanto pode gastar, tendo em conta o seu rendimento mensal, as despesas e o valor da entrada que possa vir a ter de desembolsar, para assim poder tomar uma decisão informada e acertada.

Quais as principais opções de financiamento automóvel?

O crédito automóvel com reserva de propriedade é o meio de financiamento mais popular em Portugal, pelo que no mercado encontrará um sem-número de opções. No entanto, também é possível recorrer ao leasing, um modelo em que a empresa que concede o empréstimo se torna proprietária do veículo, e cede o direito de utilização temporária do mesmo ao cliente, por um prazo de 12 a 96 meses. Muito semelhante é a opção pelo Aluguer de Longa Duração (ALD), que tem como única diferença o facto de o proprietário ser obrigado a ficar com a viatura no fim do contrato.

Quais as taxas de juro para financiar carro usado?

Neste quarto trimestre de 2023, no caso do crédito para a compra de carros usados com reserva de propriedade, a taxa máxima está fixada nos 13,5%. Quanto ao leasing ou ALD, a taxa máxima situa-se neste momento nos 6,5%. Esteja atento às informações que, trimestralmente, são divulgadas pelo Banco de Portugal, até porque os juros continuam a subir.

Quais as vantagens e desvantagens de financiar um carro usado?

Se estiver a pensar em financiar um carro usado, é essencial avaliar os prós e os contras. A grande vantagem reside no preço mais baixo, que lhe permitirá aceder a veículos de segmentos superiores. Por outro lado, o acesso a este tipo de crédito é fácil e rápido, caso, claro, apresente um bom historial de cumprimento do pagamento de créditos.  Além disso, este meio de financiamento vai proporcionar-lhe o valor total de aquisição do carro, podendo comprá-lo e usufruí-lo no imediato.

Neste momento, a maior desvantagem de financiar um carro usado está relacionada com o facto de ficar sujeito à variação das taxas de juro, caso opte por um crédito com uma taxa fixa. Como contras podemos também apontar os custos associados a seguros do crédito (vida e proteção ao crédito); e as despesas relacionadas com o crédito (despesas de contratação, registo da reserva de propriedade, entre outros).  Caso esteja à procura de um carro usado, descubra no Custo Justo as melhores opções disponíveis em todo o país ao preço mais justo. Poderá fazer a pesquisa com a ajuda de vários filtros, que lhe facilitarão a busca pelo carro mais adequado às suas necessidades.

Mais artigos do seu interesse

Eis o que deve comprar em segunda mão

5 Dicas para negociar o melhor contrato de arrendamento

Quais os melhores carros familiares à venda no Custo Justo?

6 dicas para escolher o carro usado ideal no Custo Justo